Archive for the ‘Quem somos nós…ou eis os culpados’ Category

Júri…eis os culpados.

fonte-bonachovisk

O ano de 1961 foi marcante pra todos nos.Era uma manhã quente de segunda-feira, quase hora do almoço. Desembarcamos em Guantanamo, depois de uma viagem cansativa de Moscou até os Estados Unidos, pra começarmos os projetos em relação a bomba H feita em Cuba.

Foi quando botamos a mão na consciência e pensamos bem. Rodar meio mundo dentro de um avião apertado e fedorento fez com que meu camarada Márcio proferisse sua célebre frase:

“Ah, foda-se essa merda toda. Vamos pro Brasil viver de cerveja, água de coco e trabalhando em alguma universidade que aceite dois cientistas russosque se amarram em tomar uma vodkazinha”

Desde então, estamos aqui. Uma “experiencia” de cada vez.

Lucas Bonachovski:

frank_frazetta_russ_cochran

Auto Retrato, pintado em 1917...mandando ver nas fileiras Bolcheviques...

Ser cientista no Brasil não é fácil. Vida dura, sem dinheiro algum, ainda mais quando suas pesquisas buscam relacionar quadrinhos, cerveja, rock’n roll de qualidade, cinema do bão e outras cositas mas (ou más, quem sabe). Enquanto o dinheiro não chega, vou levando a vida como professor de ensino fundamental e médio. Ser professor é perecer no paraíso, como diria o velho sábio. Mas só quem é, pode dizer o quanto é divertido.

Enquanto isso, estamos aqui, tentando descobrir qual será o pior boteco de Brasília, enquanto pensamos qual será o tema pra mais uma tira insana que o camarada Márcio vai produzir.

Vai uma vodka ai???

“A vida é dura pra quem é mole…ou não, se vc for “subsidiado” pelo seu pai para não fazer nada além de escrever besteiras em um blog”

Márcio Bonachovski

Márcio, ná época em que morou em Jerusalém durante um tempo

Márcio, ná época em que morou em Jerusalém durante um tempo

Também conhecido por Jesus, cabeludo bonitão ou ” aquele cabeludo que anda com aquele moleque estranho, de óculos” é o responsável pela parte gráfica deste humilde Blog. É só uma pena a porra do WordPress não tem um template decente que mostre o quanto ele manda bem. Em breve resolvemos esse probleminha…

“Quando somos crianças, somos um pouco de cada coisa. Artista, cientista, atleta, erudito. Às vezes parece que crescer é desistir destas coisas, uma a uma. Todos nos arrependemos por coisas das quais desistimos. Algo de que sentimos falta. De que desistimos por sermos muito preguiçosos, ou por não conseguirmos nos sobressair, ou por termos medo”.

(Kevin Arnold, no episódio “Coda”)

Anúncios